Alex Mouço

Alex Mouço é guitarrista formado e pós-graduado em música. Natural de São Paulo, começou a estudar aos 14 anos de idade com o guitarrista Fred Tangary, no conservatório Villa-Lobos, com quem estudou durante três anos. Antes de entrar na faculdade, cursou o conservatório Souza Lima e teve aulas com Eduardo Ardanuy (Dr. Sin), para se aprofundar nas técnicas de Rock e depois com Lupa Santiago para aprimorar sua linguagem jazzística. Na faculdade, fez bacharelado tendo como professor Fernando Corrêa (Jazz Sinfônica de São Paulo) e paralelo à graduação, estudou no curso de Harmonia Funcional do arranjador Claudio Leal com duração de 18 meses.
Após a faculdade estudou violão com Alessandro Penezzi durante três anos, com quem chegou fazer parceria em material didático e projeto de ensino.
Em 2015 fez pós-graduação pela FACCAMP, concluindo em 2016 e em 2017 cursou como aluno especial, aulas de mestrado na USP.
Durante todo esse período, Alex lecionou em escolas e em aulas particulares e já tocou com diversos artistas de vários gêneros: Rock, MPB, Jazz, Black Music entre outros.
Atualmente trabalha como professor na escola de música Saraiva&Tangary, toca em bares de Jazz em São Paulo, é assistente de Lupa Santiago e acompanha diversos artistas como Luciano Bruno e Carlos Dafé.

Frederico Tangary

Fred Tangary iniciou seus estudos de violão e guitarra aos 13 anos de idade (1983) e começou a atuar profissionalmente em 1989. Desde então, dedica-se a três atividades básicas: shows (seja de música instrumental ou acompanhando cantores), gravações (trilhas de filmes, jingles, etc.) e aulas de guitarra e violão.

Já em 1993 foi considerado pela crítica “guitarrista revelação do Brasil”.

Na área de shows, mais especificamente de música instrumental, Fred Tangary já tocou com vários artistas, como Alfredo Assad, Victor Alcântara e integrou por 10 anos a banda do renomado baixista Celso Pixinga, com quem excursionou para Nova Iorque em 1996 para se apresentar no Blue Note, conhecido como “Templo do Jazz”. Lá, teve como plateia grandes nomes da música internacional.

Com Alfredo Assad, gravou o CD Mad Groves, trabalho este que contém também duas composições suas. Gravou também “Válvula de Escape”, trabalho de Victor Alcântara e, com Celso Pixinga, gravou “A light at the end of the túnel”, “O Sonhador”, “Vôo Livre” e “Wake up”. Participou também das gravações dos CD’s das cantoras Silvinha Araújo, Mônica Araújo e Yula Gabriela.

Possui uma vídeo-aula gravada pela MPO Vídeo, intitulada “Exercícios e Idéias para Improvisação”, onde mostra seu lado de grande improvisador.

Fred Tangary leciona atualmente em duas escolas, Conservatório Villa-Lobos (Jd. das Flores, Osasco – desde agosto de 1997) e SONS (Morumbi, São Paulo – desde fevereiro de 2003).

Foi o guitarrista da banda da dupla Sandy & Junior de 1999 a 2002, em shows por todo país e também gravando os CD’s ao vivo. Com a dupla, participou dos shows do Rock in Rio em 2001 e do especial da Rede Globo com Gilberto Gil e Ivete Sangalo.

Fez parte do projeto Guitarras Paulistanas, no Teatro Ruth Escobar nos dias 29, 30 e 31 de outubro de 2002, no qual se apresentou com Celso Pixinga no contra-baixo, Marcelo Elias no teclado e Giba Favery na bateria, executando músicas de sua autoria.

Participou das gravações de 3 DVD’s do baixista Celso Pixinga, em 2003, 2004 e 2012.

Terminou em junho de 2004 o Bacharelado na Faculdade de Música da FAC-FITO, em Osasco, com habilitação em guitarra (aulas práticas dadas pelo Prof. Fernando Côrrea) e, em 2006, concluiu o curso de Licenciatura em Música, pela mesma instituição. Desde 2007, então, ministra aulas de guitarra na FAC-FITO.

Atualmente, é integrante da bandas PX Band, de Celso Pixinga, com quem gravou o último CD “De volta às origens” e da banda do cantor e ator Daniel Boaventura.